Cultura de Integridade

Instituído em 2007, o Programa de Integridade do Grupo ArcelorMittal, pautado nas melhores práticas internacionais e aplicável a todas as empresas Grupo, visa sistematizar ações voltadas a estimular uma cultura corporativa ética mundial que atenda às expectativas da nova dinâmica social.

Sua premissa é manter a organização em total alinhamento com as melhores práticas de governança e compliance e, ao mesmo tempo, usar sua liderança e presença em mais de sessenta países para promover o comportamento ético, justo e igualitário, dentro e fora da empresa.

A evolução deste Programa é concretizada no engajamento de toda a alta administração na disseminação da Cultura de Integridade junto aos públicos interno e externo. Essa cultura é apoiada em três pilares:

1º Pilar

Honestidade e transparência: em cada gesto, ação e palavra, cumprimos as regras da legislação, dos padrões e da ética. Não usamos atalhos, nem improvisamos. Nossos indicadores, comunicados e relatórios são claros, objetivos e alinhados ao compliance em todos os níveis.

2º Pilar

Respeito e dignidade: buscamos a inovação para fazer sempre o melhor para as pessoas e comunidades. Nossa atuação valoriza o respeito e a dignidade do ser humano, do meio ambiente e do patrimônio. Nossas relações com todos os públicos têm foco no longo prazo, respeitamos os contratos e a confidencialidade.

3º Pilar

Exemplaridade: a ação individual é sempre exemplo para a ação coletiva. O Grupo ArcelorMittal lidera pelo exemplo, assim como cada um de seus empregados. A comunicação transparente e objetiva de nossos valores e compromissos promoverá a influência positiva em todo ambiente corporativo e nas nossas relações, levando ao reconhecimento.

O Programa de Integridade conta com diversas políticas e procedimentos, periodicamente revisados, que evoluem e se tornam cada dia mais claros e abrangentes, sendo um fator de sucesso para a organização. Como exemplos:

  • (I) Código de Conduta, estabelece diretrizes gerais obrigatórias a serem seguidas para atendimento às leis e aos comportamentos esperados. O Grupo conta com um sistema automatizado de conflito de interesses, por meio do qual os empregados público-alvo realizam a declaração anual e são inseridas as respectivas recomendações, caso seja declarado algum conflito real ou potencial. Em relação aos parceiros comerciais, durante o procedimento de auditoria anticorrupção, estes são solicitados a informar se há alguma situação de conflito de interesses, as quais são também avaliadas;
  • (II) Política Anticorrupção, estabelece diretrizes para lidar com questões relacionadas às práticas de corrupção, com o objetivo de garantir que, durante a condução dos negócios, os empregados do Grupo ArcelorMittal e/ou quaisquer terceiros agindo em seu nome observem os mais elevados padrões de integridade desejados pelo Grupo;
  • (III) Política de Direitos Humanos, estabelece princípios essenciais para que se mantenha um ambiente onde os direitos humanos sejam respeitados, em termos de saúde e segurança, trabalho e comunidades locais;
  • (IV) Diretrizes para o Cumprimento das Leis de Defesa da Concorrência, as quais estabelecem regras para evitar a prática de qualquer conduta que infrinja, ou possa parecer infringir, as leis e princípios fundamentais de defesa da concorrência. Estabelecem ainda precauções e medidas claras a serem observadas pelos empregados em caso de contato com concorrentes, realização de benchmarkings, participação em entidades de classe, dentre outras situações;
  • (V) Política Antifraude, reforça o compromisso com o comportamento íntegro e tolerância zero à prática e à ocultação de atos fraudulentos ou ilegais. Ademais, o Grupo conta com uma equipe de auditoria interna e investigação forense, que possui acesso livre e irrestrito à todos os dados e instalações do Grupo ArcelorMittal, tratando com confidencialidade quaisquer informações recebidas;
  • (VI) Procedimento de Proteção de Dados Pessoais, estabelece normas uniformes, adequadas e globais para proteção de informações pessoais dos empregados, clientes e fornecedores que se relacionam com as entidades do Grupo ArcelorMittal;
  • (VII) Política sobre Denúncia, estabelece as diretrizes para identificação de quaisquer problemas relevantes relacionados a irregularidades em questões contábeis, de auditoria, financeiras, suborno, ou quaisquer violações ao Programa e à legislação aplicável.

Confira nos links abaixo todos os documentos referentes ao Programa de Integridade:

Canal de Denúncias

Dentre as ferramentas de fortalecimento da Cultura de Integridade, destacamos a criação do Canal de Denúncias. Por meio deste mecanismo, qualquer pessoa pode reportar situações de não conformidade das quais tenha conhecimento, anonimamente. As denúncias recebidas são avaliadas e investigadas, com garantia de confidencialidade e proteção dos denunciantes contra eventuais retaliações.

O objetivo desse mecanismo é assegurar a melhoria contínua do Programa de Integridade, garantir que as medidas cabíveis sejam tomadas e evitar novas ocorrências. Periodicamente, a ArcelorMittal Brasil realiza campanhas internas para incentivar a participação de todos e favorecer a realização das denúncias.

Canais de Denúncia:

  • Telefone: 0800-891-4311
  • Internet: www.arcelormittal.alertline.com
  • Correspondência: Auditoria Interna - Serviços Forenses – Avenida Carandaí, nº 1115, 15º andar, bairro Funcionários, CEP: 30.130-915, Belo Horizonte/MG.