Mineração

O segmento de Mineração da ArcelorMittal Brasil conta com uma gestão ambiental amparada nas 10 Diretrizes de Desenvolvimento Sustentável do Grupo.

O objetivo central é buscar a melhoria contínua, com implantação das melhores tecnologias e práticas existentes para minimizar os impactos de suas atividades.

Essa atuação é realizada nas duas minas de ferro do Grupo no Brasil, ambas localizadas em Minas Gerais: Andrade e Serra Azul.

O Sistema de Gestão Ambiental do segmento de Mineração da ArcelorMittal Brasil é baseado nos requisitos de gestão da norma ABNT NBR ISO 14001, no qual as duas minas são certificadas.

Cada unidade é responsável pelo acompanhamento e pela manutenção das licenças e autorizações ambientais de suas operações, estabelecendo metas internas para atendimento às demandas dos órgãos ambientais locais, de forma a garantir que os aspectos ambientais de suas operações estejam dentro dos limites legais aplicáveis.

Da mesma forma, são realizados monitoramentos ambientais dentro e no entorno dos empreendimentos, a fim de garantir a boa manutenção dos recursos naturais disponíveis para empregados e comunidades vizinhas.

Nesse contexto, a transparência é uma diretriz no tratamento de ocorrências e no atendimento aos órgãos ambientais e às comunidades locais.

Conheça os indicadores ambientais e outras informações sobre a gestão no segmento de Mineração acessando o Relatório de Sustentabilidade.

Destaque na Gestão de Resíduos e Beneficiamento do Minério

As duas minas possuem sistemas de beneficiamento do minério que dispensam o uso de barragens de rejeitos.

Na Mina do Andrade, o processo de extração é a seco, com geração de estéril, porém sem a geração de rejeito.

Já em Serra Azul, onde o processo de extração é a úmido, a equipe interna desenvolveu e implantou, em 2012, um sistema de disposição dos rejeitos utilizando a técnica de empilhamento drenado. Antes de ser disposto em pilhas, o material é drenado e o rejeito é empilhado com estabilidade, por ter baixa umidade, minimizando os riscos de ocorrências ambientais. Além disso, a drenagem do material permite a recuperação da água, reduzindo a necessidade de captação desse recurso natural em corpos hídricos locais.

Esta inovação implantada em Serra Azul é considerada referência em qualidade de gestão de resíduos na mineração nacional. Em 2016, foi incluída no Banco de Boas Práticas Ambientais da Indústria, coordenado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), que tem como objetivo disseminar informações sobre ações sustentáveis que possam ser implantadas em outras empresas.

Biodiversidade: monitoramento da fauna

Com o objetivo de manter suas operações com a menor interferência ambiental possível, a Mina do Andrade realiza, semestralmente, o monitoramento da fauna na área do empreendimento, por meio do qual são verificados possíveis impactos na biodiversidade local.

O relatório comparativo anual é público, e pode ser consultado no link.

Consciência socioambiental

As minas da ArcelorMittal Brasil desenvolvem diversas ações socioambientais para seus empregados, familiares de empregados e moradores das comunidades locais.

Dentre as atividades realizadas, destacam-se as ações do Programa de Educação Ambiental, voltadas a estimular a conscientização ambiental do público.